Jorge Viana afirma que unir ICMS pode aprofundar as desigualdades regionais