Jorge Viana faz considerações sobre a 68ª Assembleia Geral da ONU