Jorge Viana diz que Dilma está sofrendo um golpe parlamentar

E-mail Imprimir PDF

O senador Jorge Viana (PT-AC) afirmou no plenário do Senado que os senadores estão escrevendo, nesta terça-feira (9), “uma das páginas mais tristes” dos quase 200 anos de história do Senado Federal. Ele disse que a presidente afastada Dilma Rousseff está sofrendo um “golpe parlamentar”, pois não há provas de que ela tenha cometido qualquer tipo de crime que justifique o impeachment.

Para o senador, o Brasil está vivendo uma “marcha da insensatez” e que o “golpe parlamentar” contra Dilma está “ferindo de morte” a democracia brasileira. Ele afirmou que foram os governos do PT que trouxeram a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas para o Brasil, que tiraram o país do mapa da fome da ONU, que tiraram dezenas de milhões da miséria e colocaram os pobres para viajar de avião e cursar faculdades.

O parlamentar acrescentou que os favoráveis ao impeachment nunca aceitaram que Luiz Inácio Lula da Silva, um retirante nordestino, venceu na vida, virou presidente e se tornou um líder mundial.

— Para eles, favelado não é vencedor, pobre é vergonha — disse o senador ao citar a primeira medalha de ouro do Brasil na Olimpíada Rio 2016, conquistada pela judoca Rafaela Silva, que cresceu na Cidade de Deus, favela do Rio de Janeiro.

Jorge Viana pontuou que a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, não significa que o tribunal esteja chancelando o impeachment. Ele explicou que a lei do impeachment é de 1950, quando o presidente do Senado era também vice-presidente da República. Por isso, os legisladores da época incluíram o presidente do STF no processo, pois o presidente do Senado, como vice-presidente, não poderia presidir o julgamento com isenção.

O senador disse ainda que dezenas de senadores foram ministros de Dilma e Lula. Ele desafiou esses parlamentares a apontarem “alguma mancha” ou algum ilícito da presidente afastada.

 

Mais Notícias

Comissão sobre Mudanças Climáticas vai promover evento na COP 23, em Bonn

Jorge Viana confirma audiência, em 15 de novembro, durante Conferências das Partes, na Alemanha, par...

Jorge Viana quer lei de transparência para juros

Projeto do senador obriga instituições financeiras a divulgarem as taxas de juros, mensais e anuais,...

Jorge Viana saúda acordo de telefonia no Acre

Senador comemora investimentos de empresas de telefonia para ampliar os serviços de telefonia móvel ...

Jorge Viana alerta para risco de crise institucional

Senador diz que Aécio foi algoz do governo Dilma, mas lembra que a Constituição não prevê afastament...

Jorge Viana celebra investimentos na infraestrutura de telefonia no Acre

Termo de Cooperação entre governo do Acre e empresas de telecomunicação será assinado na próxima sem...

Jorge Viana alerta para risco à soberania com leilão de satélite

Em audiência pública Telebras e Aeronáutica, senador questiona venda. “Esse governo só tem 3,4% de a...

Jorge Viana apresenta requerimento para debater orçamento da BR-364

Senador Jorge Viana destacou relatório da Federação do comércio e convocação do diretor do DNIT e re...

Jorge Viana participa da posse da nova Procuradora da República Raquel Dodge

nador diz que espera firmeza e imparcialidade da nova chefe do Ministério Público Federal O senador...

Jorge Viana anuncia ato que irá marcar investimentos em telefonia móvel e internet no Acre

Senador falou sobre termo de cooperação que será assinado por dirigentes das companhias telefônicas,...

Municípios de fronteira do Acre podem virar Áreas de Livre Comércio

Proposta de autoria do senador Jorge Viana foi aprovada em comissão do Senado e pode beneficiar Assi...