Jorge Viana preocupa-se com andamento das manifestações em várias cidades brasileiras